Palazzi Jeans: Empreendedora começou vendendo roupa na rua e hoje fabrica 40 mil peças por mês

O jeans é uma peça essencial que está presente no guarda-roupa da maioria dos brasileiros, pois é prático, veste perfeitamente em diversos tipos de corpos e apresenta excelente custo-benefício. Porém, você sabe como ele surgiu, até chegar nos dias de hoje?

Tudo começou em 1792, na cidade de Nimes, na França, onde o jeans era usado como material na confecção de roupas para longas viagens dos marinheiros e trabalhos rurais. Durante aquele período, foi chamado de ‘Tecido de Nimes’ (com abreviação de ‘denim’) e tingido em tons de marrom.

Com o avançar do tempo, muitas pessoas começaram a perceber que seria um negócio muito promissor investir em jeans, e desde então este mercado foi crescendo, crescendo, e servindo como oportunidade para que indivíduos visionários mudassem de vida.

Palazzi Jeans é sucesso em Goiás

Quando falamos sobre esse tecido, não é difícil encontrar estabelecimentos que comercializam o produto, pois sabem que é uma peça que nunca sai de moda. A Palazzi Jeans, localizada em Goiânia, Goiás, é a prova de que todo esforço vale a pena, desde que haja foco e estratégia para atingir os objetivos.

Palazzi Jeans

A loja tem uma história inspiradora, pois seus idealizadores começaram com apenas 30 shorts jeans, que vendiam em camelôs e na antiga feira hippie na cidade. A partir daí, passaram a prosperar, sempre prezando pela qualidade das roupas e excelência no atendimento, até chegar no patamar atual, com uma média de 40 mil peças fabricadas ao mês.

A concorrência é grande, os modelos da marca são copiados por outras lojas e vendidos por um preço mais acessível, entretanto, a Palazzi Jeans se destaca pela exclusividade e inovação, trazendo em suas peças o que há de mais novo no mercado. Acompanhe a marca nas redes sociais e fique por dentro dos maiores e melhores jeans do Brasil!